Trabalho do eleitor apenas começa com o fim das eleições

shutterstock_311044037

As eleições municipais de 2016 acabaram neste domingo (30.10), mas a participação política do cidadão não se encerra nas urnas. O dever de fiscalizar os eleitos é constante. Enquanto aguarda a posse dos novos prefeitos e vereadores, o eleitor já pode começar a avaliar os resultados da gestão que se encerrará este ano.

Leia mais:
Paranaenses elegem nomes tradicionais da política no 2º turno
Artigo: O compromisso do eleitor continua após o voto
‘Nota de corte’ teve pouco efeito na eleição de vereadores

Para 322 prefeitos no Paraná, o mandato à frente das administrações municipais acaba em 31 de dezembro. Portanto, é uma boa hora de verificar se as promessas foram cumpridas. No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é possível acessar o plano de governo apresentado pelo prefeito escolhido nas eleições de 2012, para comparar as metas estabelecidas com os resultados alcançados na prática.

O mesmo vale para os 78 prefeitos reeleitos, que ganharam mais quatro anos para implementar seus novos compromissos, e cujo trabalho deve continuar sendo acompanhado de perto pela população. “Votar bem é apenas o primeiro passo para fazer com que tenhamos gestões públicas alinhadas com os anseios da sociedade e voltadas para o bem comum”, adverte Edson Campagnolo, presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep).

Também é momento de o cidadão registrar todos os compromissos firmados pelos eleitos na votação deste ano, e acompanhar sua execução no dia a dia, não apenas daqui a quatro anos. Na página das Eleições 2016, o TSE disponibiliza os planos de governo para consulta a qualquer momento.

É nesta época do ano, ainda, que as Câmaras Municipais discutem o orçamento das cidades para o ano que vem. Muitas delas, como Curitiba, abrem consultas públicas para que a população dê sua opinião sobre como devem ser aplicados os recursos dos impostos pagos pela comunidade.

Por isso, é importante se informar sobre o funcionamento da comissão de orçamento do seu município, que deve ter seus trabalhos abertos ao público, além de acompanhar de perto a atuação dos vereadores. “O compromisso do eleitor não pode se encerrar na urna”, acrescenta o presidente da Fiep.

A Federação articula o movimento Vote Bem, que desde 2014 promove a conscientização sobre a importância do voto e hoje conta com o apoio de mais de 100 instituições do Paraná, como a seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR), a Universidade Federal do Paraná (UFPR), entre outras.

Transparência

Todos os políticos são obrigados por lei a prestar contas de sua atuação. Entre as obrigações do prefeito estão, por exemplo, planejar e executar políticas públicas em diversas áreas, como saúde, educação, mobilidade urbana e habitação.

Já aos vereadores cabe debater e elaborar leis para organizar a vida da comunidade, fiscalizar as ações dos Poder Executivo e auxiliar na elaboração do orçamento municipal, entre outras funções. Saiba mais sobre as funções prefeitos e vereadores.

Atualmente, existem diversas iniciativas de organizações da sociedade civil e também ferramentas criadas pelo poder público para acompanhar e monitorar o trabalho dos governantes. O Vote Bem preparou uma seleção com seis sites e aplicativos para ajudar você nessa tarefa.

Já fez o nosso Quiz? Clique aqui e descubra sua orientação política

Vote Bem

O voto é o mecanismo mais poderoso da democracia. É com ele que escolhemos quais serão os representantes de nossos ideais na política.

Saiba mais

Como Votar Bem

Aqui você encontra ferramentas, conteúdos e dicas sobre eleições, voto e processo eleitoral. Coloque em prática seu papel de cidadão consciente.

Saiba mais

Vídeos

Assista aos vídeos produzidos para a campanha Vote Bem.

Saiba mais

Movimento Vote Bem